Como tratar miopia em crianças

A boa notícia para portadores de miopia é que das pesquisas que foram feitas em diversas partes ao redor do mundo mostram que a progressão da miopia em crianças pode ser interrompida mas por quanto antes for iniciado o tratamento, melhor é o resultado final.
O  pesquisador Queiroz Neto afirma que de todos os medicamentos testados, o mais eficaz é o colírio de Atropina na concentração de 0,01%.
Em uma das pesquisas que foram realizadas com crianças da idade entre 6 a 12 anos que foram acompanhadas por 5 anos seguidos reduziu em cerca de 50% a progressão da miopia já no segundo ano e causou pouco efeito adverso: visão embaçada, ardência e aversão à claridade.
Segundo o médico a atropina é indicada para tratar estrabismo, uveite e irite, além de ser utilizada na paralisação de dois músculos oculares: o esfíncter responsável pela dilatação/contração da pupila e os músculos ciliares responsáveis pelos foco visual. É a paralisação desses músculos, explicou, que o mesmo evita o aumento do comprimento axial do olho, característico da alta miopia.
Queiroz Neto destaca que no Brasil a Atropina não é aprovada para controlar miopia, mas pode ser usada da forma ‘off label’. Isso significa que o médico pode indicar a Atropina para uma finalidade não prevista na bula do medicamento como é o que acontece com vários medicamentos, entre eles a aspirina indicada na prevenção de infarto.

Jonathan Silva

Esta entrada foi publicada em alimentção, como cuidar de recém-nascidos, creme, crianças, olhos, recém-nascidos, retina, rosto, saúde infantil, sorriso e marcada com a tag , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


6 + seis =

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>