Conheça o sangue dourado

sangue douradoMuitos de nós temos tipos de sangue que não diferem tanto uns dos outros, mas que podem nos deixar perplexos por sua vasta propriedade. Porém, mesmo que conheçamos o famoso líquido vermelho, há também o sangue dourado. Clique para saber mais.

O sangue dourado, também chamado de tipo RH nulo, é o tipo sanguíneo mais raro do mundo entre seres humanos.

Para entender melhor do que se trata o sangue dourado é preciso analisar a classificação dos grupos sanguíneos. Os glóbulos vermelhos que formam o sangue que estão cobertos de proteínas chamadas de antígenos.

O sangue tipo A tem os antígenos A, já o sangue B tem antígenos B, o sangue AB tem antígenos de ambos e o tipo O, nenhum dos dois que citamos.

Os glóbulos vermelhos também têm um outro tipo de antígeno, o chamado RhD, que é parte de uma família formada por cerca de 61 antígenos tipo Rh. Quando o sangue tem RhD, é a propriedade que o torna positivo. Quando não tem é negativo.

Se uma pessoa é do grupo negativo e recebe sangue de um doador positivo, seus anticorpos vão reagir ao detectar células incompatíveis com seu sangue, o que pode ser fatal.

Com baseamento nessa mesma lógica os portadores de sangue O negativo são considerados os doadores universais para todos os portadores de sangue. Como seus glóbulos vermelhos não têm antígenos A, B, nem RhD, o sangue pode mesclar-se com outro tipo sem ser classificado como agente estranho na corrente sanguínea do recebedor.

É o que podemos chamar de tesouro perigoso.

Entre todas as possíveis combinações, o sangue Rh nulo é o mais raro.

Um tipo de sangue é Rh nulo quando os glóbulos vermelhos não tem nenhum tipo de antígeno Rh.

Segundo a explicação de Penny Bailey no Mosaic, um portal de investigação biomédica, este tipo de sangue foi detectado pela primeira vez em 1961 em uma mulher de origem australiana. Desde então, só foram registrados mais 43 casos de pessoas com Rh nulo no mundo todo.

Esse tipo de sangue é adquirido de maneira hereditária até onde sabemos, segundo explicou Natalia Villarroya, médica especialista em hematologia da Universidade Nacional da Colômbia.

“Pais devem ser portadores dessa mutação sanguínea”, afirma.

O sangue Rh nulo pode ser tão precioso como um risco, dependendo do ponto de vista. Por um lado, ele pode ser doado a qualquer outra pessoa com os tipos sanguíneos tradicionais dentro do sistema Rh positivo e Rh negativo.

Portanto, em tese, o “sangue dourado” tem a mais alta capacidade de salvar vidas de qualquer pessoa. Seus portadores geralmente possuem fraqueza quanto a ferro, e precisam ter uma alimentação complementar e bastante nutritiva.

No entanto, ele é extremamente raro de conseguir coletar. “É por isso que recebeu o apelido de sangue dourado”, explica o médico Thierry Peyrad, diretor do Laboratório Nacional de Referência em Imunohematologia de Paris.

Esta entrada foi publicada em Sem categoria e marcada com a tag , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


+ sete = 15

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>